Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Coisas Boas de Contar

"ao escrever sei esclarecer tudo, os meus pensamentos, os meus ideais, as minhas fantasias." Anne Frank

Coisas Boas de Contar

"ao escrever sei esclarecer tudo, os meus pensamentos, os meus ideais, as minhas fantasias." Anne Frank

Ter | 09.07.19

Momento de Mãe #1

Contei

A095A7BB-1D99-4EDE-8AFA-D411D6A1D136.JPG

Quando engravidei entrei literalmente em pânico. Afinal, entre o querer engravidar e ter um teste na mão a dizer "Está GRAVIDÉRRIMA" há uma grande diferença! Passei 9 meses na miséria! Se há quem diga que estar grávida é um estado de Graça... os meus vómitos, azias, dores de costas, pés inchados, ataques de choro, o medo de não saber o que fazer, 20 kilos extra no lombo e tudo o resto foram alertas para: "ODIEI ESTAR GRÁVIDA"! Estado de Graça? Não será estado de desgraça?! (Lamento mamãs que adoraram - EU NÃO!)! Contudo... os meus piores 9 meses de existência trouxeram-me o melhor motivo para a minha existência (desculpem a redundância), uma pirralha amorosa que me fez perceber que consigo ser um melhor ser humano desde que nasceu e uma melhor mãe do que eu própria achava (de certo haverá mais gente que sentiu isto)!

 

Rapidamente me adaptei! Aprendi canções de embalar, a fazer massagens anticólicas, nomes de antibióticos (só alguns), a fazer sopas, a espremer as mamas (as coisas que fazemos), a trocar fraldas, dar banho a uma mini criaturinha, mas acima de tudo a amá-la todos os dias mais e mais! Aliás... esses 9 meses, tal como as dores das horas anteriores, varreram-se da minha mente mal ela veio para o meu colo (não o suficiente para querer outro)!

 

Hoje, a caminho dos 3 anos, como calculam fala pelos cotovelos. Todos os dias há uma nova, tal como aconteceu uma destas noites em família. Eis que se chega ao pé do pai e diz:

 

- Pai, vem comigo ao quarto buscar os brinquedos da XPTO;

- Oh filha, já chegas à luz. Podes ir sozinha buscar os teus brinquedos;

Silêncio seguido de um amuo típico da idade! Dirigiu-se a mim... e diz:

- Fofinha, podes ir comigo ao meu quarto buscar os brinquedos da XPTO;

 

Fofinha? Foi a primeira vez que a ouvi dizer aquela palavra, mas disse-o de uma forma tão ternurenta... que sabem onde acabei, não é? No quarto a apanhar brinquedos!!!

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.