Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Coisas Boas de Contar

"ao escrever sei esclarecer tudo, os meus pensamentos, os meus ideais, as minhas fantasias." Anne Frank

Coisas Boas de Contar

"ao escrever sei esclarecer tudo, os meus pensamentos, os meus ideais, as minhas fantasias." Anne Frank

Ter | 24.09.19

Coisas do Dia a Dia #3 - Está aberta a Época do Caloiro!

Contei

IMG_3948.JPG

Lisboa.... a rotina diária de muitos portugueses... a delicia cultural e gastronómica de muitos estrangeiros... a loucura de muitos universitários... (Porto, Coimbra e outras cidades, também, mas em Lisboa "tropeço" neles, em todos os cantos )! A verdade é que a capital está repleta de "pessoinhas", vestidas de preto e branco, a entoar cânticos do curso/faculdade e a viver a alegria da sua, quase, emancipação profissional e pessoal (não generalizando em demasia, porque alguns já estarão a viver sozinhos ou acompanhados, mas longe dos pais, outros a trabalhar para ajudar na propinas... enfim... há vários "tipos de estudantes", como é óbvio ).

 

Mas porquê falar de caloiros (não usando a justificação de não dar para os ignorar nesta altura )! A minha cara "Amélia" (nome fictício), colega de trabalho, está em pânico com esta situação!!! A sua cria, de 18 anos, miúdo atinado, caseiro e de boas notas entrou na faculdade!!! Ora ela festejou, claro! Ele também!!! Mas quando o rapazinho teve de ir às praxes... ela rezou!!! Todos os dias vinha em modo "coitadinho da meu menino", "olhem o que lhe fizeram" (ela tem fotos dos "crimes" ), "só espero que não se deixe levar"!!! Foi isto de 2ª a 6ª, em horário nobre, parecendo um dos programas televisivos, amados pelos nossos queridos idosos!!!

 

Pois caras mães, eis um segredo: as praxes fazem parte da vida universitária!!! São uma forma (ou deveriam ser) de introdução, apresentação e preparação para o que aí vem!!! Conhece-se muita gente interessante e útil (desculpem o termo) nestes primeiros dias de forrobodó!!! São 3 anos de loucura e estudo (uma coisa não tem de anular a outra)!!! Sei que todos estamos familiarizados com praxes menos simpáticas e algumas com fins irreversíveis (sem palavras) contudo deveriam servir (e acredito que na sua maioria o façam) para integração, criação de laços e de espírito académico e não para humilhar ou desrespeitar os estudantes!!!

 

Voltando ao tema e à nossa conclusão ! O piolho da "Amélia" veio pintado, andou descalço, cantou em alto e bom som, andou de joelhos, mergulhou na fonte, teve uma aula fantasma e chegou um dia perto das 2 da manhã! Neste momento a mãe dele já o considera um fora da lei ! Como se o miúdo tivesse passado de "Herói" a "Vilão"!!! Será que aguenta os 3 anos?! A mãe, claro!!

 

Fonte da Foto: uma máquina que não sei de onde veio -  ano de 2009