Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Coisas Boas de Contar

"ao escrever sei esclarecer tudo, os meus pensamentos, os meus ideais, as minhas fantasias." Anne Frank

Coisas Boas de Contar

"ao escrever sei esclarecer tudo, os meus pensamentos, os meus ideais, as minhas fantasias." Anne Frank

Seg | 29.04.19

As Músicas da Minha Vida

Contei

Falamos sempre de momentos e pessoas que nos marcam... aqueles minutos, horas, dias, semanas onde algo de mágico, único e importante aconteceu... aqueles seres humanos que, independentemente da tua relação actual com eles, te moldaram de alguma forma! Sim! Esses momentos e essas pessoas contribuíram de certa forma para aquilo que somos hoje! Tenham sido momentos mais ou menos positivos de certo foram uma aprendizagem!

Associo grande parte dos momentos ou pessoas que mais me marcaram a musicas... aliás... acho que a música tem um papel primordial na minha vida! Não só pela companhia em momentos normais do dia-a-dia (ir para o trabalho) como em pequenas tarefas (arrumar a casa)... mas acima de tudo porque, muitas delas, são uma espécie de pensamentos quase certeiros do que gostarias de dizer e não consegues ou do que estás a sentir! Costumam dizer que sabemos que estamos apaixonados quando todas as letras das musicas fazem sentido... bem... então acho que estou sempre apaixonada... se não for por alguém terá de ser por alguma coisa!

Na minha juventude (não que seja velha) ainda sem estilo de musica, devidamente escolhido, dei por mim numa onda meio romântica e meio pop que de certa forma me faz lembrar muito os verões passados no norte! “Whole Again”- Atomic Kitten é sem sombra de duvidas a música que me faz lembrar um dos melhores verões da minha vida, com direito a paixoneta e tudo!!! 14 anos? Acho que sim! “I’m like a bird” da Nelly Furtado faz-me lembrar o Europeu!!! Claro!!! Mas também um acreditar de que realmente poderia ser o que quisesse!!! Entrada da faculdade (e partes do verão no norte)! Red Hot marcou o meu primeiro namoro a sério! Foram uma companhia de troca de escola, do verão em que conheci o tal namorado, de novas amizades... seria penoso enumerar todas as músicas deles que me dizem algo!!! Depois disto vieram talvez Queen e da Weasel para me fazer acordar!!! O que começa mal acaba mal e o que condenado está assim ficará!!! Buuuu!!! Aconteceu assim porque tinha de ser assim! Se tivéssemos sido diferentes... teria sido diferente (olha a redundância)! “Feel Good” dos Gorillaz entrou já no meu primeiro trabalho!!! Era a música que ouvíamos no carro!!! Daniel John Bedingfield cativou-me com a “If you’re not the one” quando me apaixonei por um colega de trabalho que tinha namorada! Com tantos gajos livres... não... tinha de ser este! Vejam a letra e lá me entendem!!!

No meio disto ou depois disto ou algures entre isto tive pequenos “crushes” por alguns sons de Jason Mraz, Kings of Leon, The Script, Alanis, Smashing Pumpkins, Nirvana, Puddle of Mudd, Sistem of a Down... e tantos outros... (e acreditem que se perguntarem sei a que pessoas ou momentos os ligar)! Mas a verdade é que desde que vi o Chris Martin cantar a “Yellow”, ao longo da praia (que raio de videoclip mais piroso), no TOP MAIS (sim sou desse tempo), fiquei fã! Acompanharam-me nos meus verões, nos meus namoros, nas minhas alegrias, nas minhas tristezas, nas minhas aprendizagens, nas minhas vitórias, nos momentos de festa, nos momentos de silêncio... estão em vários cds, em vários vídeos... ainda hoje os “Coldplay” são aquela banda...

Prometo um “musicas da minha vida”, parte II (sim não ficamos por aqui) mas para já deixo um alerta!!! “Trouble” é aquela música... deprimente que adorooooo!