Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Coisas Boas de Contar

"ao escrever sei esclarecer tudo, os meus pensamentos, os meus ideais, as minhas fantasias." Anne Frank

Coisas Boas de Contar

"ao escrever sei esclarecer tudo, os meus pensamentos, os meus ideais, as minhas fantasias." Anne Frank

Ter | 28.01.20

Momentos de Mãe #9 - Ela, o Batom e o Creme (2 asneiras, 1 noite)

Contei

InkedIMG_5361 (002)_LI.jpg

Devo confessar que adorava usar tudo o que era da minha mãe na ausência dela! Nada como vestir um vestido 10 números acima, calçar sapatos de salto onde cabem 2 pés de gente pequena, tentar pôr uns brincos de pérola e borratar a cara com maquilhagem até não haver espaço para nada! Mas se bem me lembro, já tinha mais de 6 anos e o cuidado de deixar tudo como estava, para não ser apanhada, evitando que ela desse conta da rebeldia que se passava na sua ausência

 

Bem, acabo de descobrir (ou descobri recentemente) que é hereditário... e as crianças do sexo feminino são as mais atingidas!!! No meu caso... a miúda nunca teve hipóteses... e os meus batons passaram a estar condenados! Será que o resto se safa?! 

 

Ora bem, a meia leca cá de casa, há pouco tempo, começou a solicitar o creme para a cara (o meu, já costuma colocar o dela), um pouco de rímel , base  e ainda batom !!! Claro que a bela da mãe (a mesma que está a pôr sapinhos com caretas para parecer aborrecida ), achou piada e atendeu!! Verdade que, na sua maioria, a criança nem uma gota de base leva, quanto mais o resto! Mas o mais importante é que não percebe (esponja sem base, o rímel é um antigo e o batom é do cieiro - ou era até perceber que não tinha cor ))! O problema de aceitar uma vez é que quando negamos ou explicamos o motivo para não ser hora ou sítio para andar pintada... ela cala... consente e... aparecem fotos como esta! 

 

Após um silêncio estranho... apanho-a completamente desprevenida no quarto com a prova do crime na mão! O Batom morreu, mas a cara e mãos da pirralha ofuscavam de tanto rosa! O espelho do quarto e a estante (é branca e com toalhitas saiu) sofriam também de falta de estilo! Seguiu-se um sermão, uma palmada no rabo e uma ida para a cama... mas não acabou!!! Passado 30 minutos... aparece o "Mimo" da TMN (lembram-se do senhor de cara branca e camisola às riscas?)! Respirei fundo... creme na cara e nas mãos... vamos ter calma e descobrir de onde veio... Sabem o que era? Atacou vários bonecos... estão de quarentena... não devido a nivea... mas a Mitosyl... creme para o cu!!! 

 

Agora tem piada... (acho que por estar a dormir) há umas horas atrás... nem por isso! 

Ter | 28.01.20

Por aí #8 - Parque Nacional do Jamor

Contei

IMG_5341 (002).jpg

Este fim de semana que passou, com a presença masculina em casa, foi mesmo um fim de semana em família. Saltamos as limpezas da casa (já lá vai o tempo em que limpava a casa a fundo todas as semanas - agora a Cinderela só trabalha quinzenalmente ) e aproveitamos entre compras (destas não há como escapar porque a malta come (e não é pouco)), e a gordice do "Mother Burger" para dar uns passeios!

 

Já tínhamos tentado dar uma volta por lá mas sem sucesso, por causa do tempo! Desta vez, com o sol a raiar, resolvemos fazer uma nova tentativa!!!

 

Fica na zona de Oeiras e, para além de um parque fantástico para passear, tem infraestruturas desportivas, parque aventura, parque infantil... café, natureza, um riozinho simpático com peixinhos e patos e claro, imensa gente a passear com os seus animaizinhos de estimação (atenção aos saquinhos e às trelas, sem um deles, não terão sorte - pelo menos é o que diz o letreiro... ou só fala da trela e eu é que não consigo ver pessoas a fingir que o cãozinho não adubou a terra ?!)! 

 

Para além disso, não só, existem vários campos de jogos, como piscinas, uma pista para atividades náuticas, minigolfe, centro de ténis, tiro a arco, escalada, pista de crosse, um auditório, máquinas de ginásio ao ar livre e parque de merendas para um bom piquenique, é só escolherem! 

IMG_5346 (002).jpg

 

Seja como for, é um local simpático e recomendado para casais com e sem filhos, com e sem animais... idosos... seja quem for! Há atividades à medida de todos! As crianças parecem adorar por causa do parque infantil! Para as crianças maiores e mais aventureiras existe o  "Adventura Park"!

 

Para quem não sabe onde colocar o carro, acreditem que há espaço para todos, mesmo ao lado e gratuito! Podem ainda dar um passeio pela zona da marginal, colados à praia, se ainda tiverem tempo!

 

Caso para dizer, bons passeios 

Seg | 27.01.20

Coisas da Televisão #5 - Hunger Games

Contei

hunger-games-movie-imagem-destacada.jpg

A minha irmã já tinha recomendado o filme ou saga há uns tempos (anos?) atrás!!! Contudo, só me lembrei dele durante a época entre o natal e o ano novo... (deu na televisão...)!!!

 

Na realidade é uma espécie de jogo, onde vários jovens se juntam, numa arena, para apenas um deles sair vitorioso! Com isto quero dizer, que apenas um pode sobreviver! Logo, ou mata ou é morto! É uma caça humana pela sobrevivência!

 

Este filme é uma adaptação de um bestseller de 2008, da autora Suzanne Collins (nunca li pelo que não tenho comparação entre o livro e o filme)! Embora pareça uma competição sangrenta, a verdade é que passa muitas mensagens sobre o uso (incorreto) do poder e a manipulação dos meios de comunicação! Se gostei? Talvez do primeiro e do segundo (excluindo o fim deste, que vai ligar com o terceiro e último)! Acho que o 3º filme é forçado (teve sucesso vamos fazer mais um)! Já o final da trilogia é pouco imaginativa!

 

Seja como for, para quem ainda não viu, deixo aqui algumas notas, que talvez possam aguçar, ou não, a vossa curiosidade:

 

Ao que parece estamos numa espécie de futuro, onde Panem, um pais rico, não só em dinheiro mas como em tecnologia e cultura, explora 12 distritos muito pobres! Devido a uma revolta (que aconteceu há cerca de 74 anos), a Capital (cidade capital de Panem - original não?) viu-se obrigada a lutar com o 13ª Distrito (que já não existe (foi aniquilado nessa guerra - ou pelo menos assim achamos até certo ponto - spoiler alert)! Para que algo semelhante não se repita e como lembrete do poder da Capital e da subjugação dos restantes distritos são criados os "Hunger Games"! O jogo consiste em colocar 24 jovens (um casal de cada distrito - tributos como lhe chamam), entre 12 e 18 anos, escolhidos através de um sorteio, numa arena cheia de armadilhas controladas. Claro que é uma espécie de vale tudo, sendo que o último a sobreviver ganha o jogo! Como não poderia deixar de ser, tal como o "Big Brother", a televisão faz a cobertura absoluta do evento! Há entrevistas, patrocinadores, etc!

 

Mas onde aparece a Katniss Everdeen? Na realidade, ela não é selecionada para o jogo! A sua irmã é que é! Como tal, sendo ela mais velha, acaba por se voluntariar para a substituir, garantindo assim que a mesma se mantém viva! Como colega de distrito tem o Peeta Mellark, filho do padeiro! Cada dupla tem um mentor (alguém que já venceu uma edição dos jogos) sendo o deles, um bêbado, de seu nome Haymitch Abernathy! Claro que este filme de ação não podia deixar de ter um trio amoroso  e um vilão como presidente: o "Snow"! Katniss, passa de uma simples concorrente a uma desafiadora... e com isso vários acontecimentos emergem...

 

Seja como for, nada como verem e tirarem as vossas conclusões!!!

Dom | 26.01.20

Por aí #7 - Mother Burger

Contei

IMG_5323.jpg

Quem disse que ser vegan era comer coisas verdes? Pensavam assim? Eu também! Contudo este fim de semana fui conhecer o "Mother Burger" e a minha ideia mudou por completo! Uma Hamburgueria Vegan com tudo a que se tem direito (batatas fritas, milkshakes, bacon, queijo... ai, ai, ai...)!!!!

 

Para começar só existe no Atrium do Saldanha, Lisboa, (por agora - assim espero)! Abriu em dezembro, pouco mais de um mês de funcionamento, mas já tem fãs para dar e vender!!! Há várias opções no menu, mas vou deixar apenas algumas com base no que pedimos:

 

  1. Kiss My Burger: Feito com feijão preto, lentilhas, grão de bico, cogumelos, beterraba e aveia ! Juntem queijo e cogumelos salteados.... claro que era o meu );
  2. Not a Cheeseburger: Leva seitan salteado e queijo;
  3. Your Mamma: Seitan panado, pickles, molho cocktail e queijo cheddar;
  4. Soon of the Mother: Seitan panado, molho maionese e queijo cheddar (este foi para a criança - têm um menu para eles);

 

 

Claro que existem muitas mais opções e, se bem me recordo, não excedem os 7,45€, nomeadamente o "Bite Me" (Tofu panado e Húmus de tomate seco), o "What the Burger" (Cheddar e Bacon) e o "Burger Queen" (uma boa dose de alheira, cebola caramelizada e cheddar)!!! Tudo isto acompanhado por uma boa dose de batatinhas!!!

 

Para completar, podemos ainda comer, como entrada, as bolas de queijo picantes (3 unidades) e/ou os nuggets (4 unidades) por 1,95€, tal como as sobremesas: mousse de oreo, mousse de lima ou mousse de chocolate.

 

E se acham que já chega... enganam-se!!! Para quem não é amante de hambúrgueres e ficou com água na boca, seguem as boas novidades: existem saladas e lasanhas, com seitan, bacon vegan, cogumelos... e tantos outros ingredientes ao mesmo preço!!!

 

Para finalizar esta gordice toda (ser vegan não é propriamente ser saudável ) há os milkshakes: de amendoim, caramelo, oreo, banana ou chocolate (3,95€)!

 

Para repetir? Claro, até porque não deu para provar tudo (tinha de vir a rebolar )! Quando? De tempos a tempos... é aquele pecado bom... mas que não pode ser regular !

Dom | 26.01.20

Comida lá de Casa #5 - Bacalhau com Bacon

Contei

IMG_5303 (002).jpg

Já há algum tempo que não partilhava nenhuma receita, portanto aqui fica uma bem rápida para os dias de semana muito caóticos. É um original do Jamie mas adaptado. Retirei algumas coisas e acrescentei outras! Devo dizer que não demora mais que 20 minutos! 

 

Ingredientes:

  • 4 lombinhos de bacalhau (um lombo por pessoa)
  • 8 fatias de bacon
  • 300g de espinafres 
  • 1 cebola
  • 200 g de bacon aos cubos

 

Preparação:

Tempere os lombos de bacalhau com pimenta, sal e limão e embrulhe em 2 fatias de bacon! Numa frigideira antiaderente, em lume médio, deixe cozinhar durante 8 minutos virando por vezes o lombo!

 

Para a salada pique uma cebola e misture com os espinafres lavados. Entretanto numa frigideira pequena, também antiaderente e em lume médio, frite os quadradinhos de bacon durante 3/4 minutos na própria gordura. Depois de cozinhados junte à salada, que já deve estar temperada com uma colher de sopa de vinho tinto e uma pitada de sal.

 

Nota: Como tenho a miúda costumo cozer uma batata para ela. No meu caso vai com a salada, mas a receita original leva lentilhas! Se repararem na foto fiz com presunto porque estava sem bacon mas fica mais seco devido ao tipo de enchido... 

 

Bom apetite!

Ter | 14.01.20

Viagens #1 - Pisa

Contei

IMG_4680.jpg

Devo dizer que perdi mesmo a cabeça e acabei 2019 a fazer algo que já devia ter feito há mais tempo... viajar! O destino deveria ser França, mas a verdade é que Pisa ficou um bocadinho mais barato !

 

A viagem foi de 4 dias - 1º dia chegamos à noite, logo só jantamos e no 4º dia saímos muito cedo do aeroporto - portanto feitas as correções, foram 2 dias de grande correria! 

 

1º Dia:

Saímos de Lisboa em direção ao Aeroporto "Galileo Galilei", já com uma hora e meia de atraso (obrigada Ryanair ) mas com ótima disposição. Entre o aeroporto e o hotel foram 5 minutos! O Hotel selecionado foi o Touring Pisa (3*) com pequeno almoço. Não é o hotel mais luxuoso onde estive mas era limpo e perto da estação de comboio (que já sabíamos que iriamos necessitar). Fizemos o Check in e pedimos ajuda para jantar. Foi-nos recomendada uma tasquinha logo ao lado. Poucos turistas (mais locais) e não muito cara. A comida era caseira e com bastante sabor. Claro que optei por uma pasta com cogumelos enquanto o gajo atacou uns gnocchi com Pesto! Ainda demos uma volta pelo quarteirão, mas o cansaço já nos estava a ganhar! Para além do mais tínhamos de nos preparar para o dia a seguir!

 

2º Dia:

Acordamos com as galinhas, enchemos o bucho com croissants e sumo natural e demos corda aos sapatos! 20 minutos e estávamos onde queríamos! Visitamos a Piazza del Duomo (ou Piazza/Campo dei Miracoli), onde subimos à famosa Torre Pisa, estivemos no Camposanto, no Battistero, na Cattedrale e no Museo delle Sinopie (27euros por pessoa - ufa ufa - para visitar os 5 monumentos)! Passeamos pela margem do rio Arno e visitamos o mercado de natal. Almoçamos pelo SubWay (já sei, que vergonha) e jantamos numa tasca com pizzas fantásticas. Ao lanche ainda tivemos oportunidade de saborear um cappuccino e uma Aperol Spritz (muito comum por lá)! Descobri as maiores gomas do mundo, que a pele lá é baratíssima (compramos uma carteira por 15euros), que as bicicletas são mesmo um dos transportes mais usados e que os cães podem entrar em todas as lojas! 

 

 

Não há muito para fazer em Pisa. Um dia é mais do que suficiente para verem a cidade e saírem de lá com o sentimento que não ficou nada por visitar! Quanto a mim, ficam na memória as imagens pitorescas do final de tarde, as fotos tiradas e os Imans colados no frigorífico  E sim, se fizerem contas... falta 1 dia e o outro foi o regresso... quando tiver tempo... conto-vos o resto 

Seg | 13.01.20

Coisas do Dia a Dia #6 - Apagão no Comboio (drama baseado em fatos verídicos)

Contei

desmaiar-2.png

Apanhei este tema nos rascunhos. Não acabei de escrever o post e fui-me esquecendo da situação mas vou já finalizá-lo!

 

Comecei o meu dia normalmente e com isto quero dizer:

  • O despertador tocou e levantei-me num ápice;
  • Tomei aquele duche matinal e que preciso para lavar as remelas e ficar fresca para o dia que me espera; 
  • Toca de vestir e comer (nunca saio de casa sem o pequeno almoço no bandulho - pelo menos agora que a empresa onde estou não o fornece );
  • Lancheira na mão, chaves de casa, passe... (confere, confere e confere).

 

Toca a seguir caminho para o local habitual e esperar pelo "Sr. Comboio" (sempre à pinha como o cesto da roupa, por lavar), validar as noticias pelo telemóvel e a rezar que se conseguisse respirar durante o trajeto, de 15 minutos, que se avizinhava!

 

O comboio lá apareceu e não durei uma estação! Comecei a sentir o corpo muito quente, a transpirar e a ver tudo desfocado! Foi muito rápido até perceber que era quebra de tensão (tinha algumas na altura da faculdade pelo que os sintomas me alertaram logo)! Ainda me dirigi até à porta (para sair mal conseguisse e apanhar ar) mas pelos vistos desmaiei, antes da primeira paragem, nos braços de uma senhora

 

1ª fase:

"Menina, está bem? Desmaiou"

"Estou..." e puff 2ª apagão 

 

2ª fase:

 "Mas alguém se levanta para sentar esta menina? Ela desmaiou" - infelizmente teve de gritar mais do que uma vez... e não me recordo de muito até à fase seguinte, embora não tenha propriamente desmaiado! 

 

3ª e última fase:

Lá me sentei, com o senhor a fazer perguntas, uma médica a medir-me a tensão (dedinhos no pulso), a dar-me pacotes de açúcar, revisor a abrir janelas e a telefonar para o INEM (deve ser procedimento) ... sei que nas restantes 4 paragens voltei ao normal! Nada de ir ao hospital e toca de ir trabalhar.

 

As quebras de tensão são mesmo assim! Duras, mas curtas! Foi um grande susto! Já há muito tempo que não me acontecia, ser numa zona pública! Recordo-me duma vez, em que, para não desmaiar na estação (acho que tenho algum problema com aquele local), deite-me no chão gelado para equilibrar a temperatura do corpo (algo que fiz em casa, nos azulejos gelados, 2 ou 3 vezes, com muito sucesso). Engraçado, como as pessoas me ignoraram nessa altura (18 anos, deitada no chão... bêbada, drogada ou maluca - acho que foi o que pensaram). Ia para uma frequência na universidade... cheguei atrasada mas fiz o teste!

 

Seja como for, no meio de toda a situação ainda sai animada! Porquê? Vim ao colo ou sentada durante a maioria do trajeto!  Tive direito a água, açúcar e assistência durante a viagem , o revisor achava que tinha 20 e poucos anos e a parte mais maravilhosa? Não foi nada (há que rir para não chorar)!

 

A todos os que me auxiliaram naquele dia, um Muito Obrigada!

 

Qua | 08.01.20

Post It #4 - Dia dos Reis

Contei

thethreemagi1606324802.jpg

Ora bem, dia 6 de janeiro lá se passou, sem um único sinal de Dia dos Reis por minha casa!!! E com isto quero dizer que não houve bolo com coisas cristalizadas (é o tipo de bolo que não consigo gostar, apreciar nem entender porque se come!!!). 

Independentemente dos meus gostos existem simbologias muito interessantes, por trás do "Dia dos Reis" e do "Bolo Rei"!

Bolo Rei: supostamente (e através de pesquisas exaustivas pela internet ) o bolo representa os presentes que os Reis Magos deram ao Menino Jesus aquando do seu nascimento:

 

  • A Côdea: simboliza o ouro (questiono-me porquê?! Será pela cor dourada?);
  • As Frutas Cristalizadas/Secas: representam a mirra (não faço a menor ideia do porquê);
  • O Aroma: remete-nos para o incenso (sensação olfativa).

 

Quem é do meu tempo sabe que, antigamente, no interior do bolo havia uma fava seca e um pequeno brinde! Era o único motivo pelo qual me sentava com o meu pai (devorador galardoado de Bolo Rei) à mesa, na altura em que comia a sua fatia com o café (isto desde que começavam a aparecer os bolos até desaparecerem - Talvez um período entre Novembro e Janeiro). Tinha alguma curiosidade em saber qual era o brinde (feito de metal) e por norma dava sorte (bem, o meu pai encontrou, sendo modesta, alguns)! Quanto à fava (guisadas são boas), a pessoa que a encontrasse tinha de pagar/comprar um novo Bolo Rei!

 

Mas quem inventou a iguaria? Sabem? Supostamente esta tradição começou em França no tempo de Luís XIV, para as festas do Ano Novo e do Dia de Reis. Esteve proibido após a Revolução Francesa, mas voltou à ribalta devido à sua rentabilidade. Em Portugal, foi uma estreia da Confeitaria Nacional, em Lisboa, por volta de 1870, com uma receita vinda diretamente de Paris. Tivemos alguns problemas com o nome, mas a verdade é que atualmente mantem o seu nome original e continua a ser um dos doces principais, na mesa dos portugueses, na quadra Natalícia.

 

Dia dos Reis:  o bolo é um símbolo das prendas que Belchior, Baltazar e Gaspar levaram de presente ao Menino Jesus, mas este dia tem como tradição que a família se volte a reunir para celebrar o fim dos festejos de Natal. É também o dia de se cantarem as "Janeiras" (ou aliás, à noite, por norma de 5 para 6, vai-se de porta em porta partilhar os cânticos) e o dia de retirar os enfeites de Natal (nunca respeitado lá em casa).

 

Contudo, olhando para os nossos vizinhos, na Espanha, é neste dia que as crianças recebem as prendas de Natal! Afinal, segundo a tradição, foi pelos Reis Magos que o Menino Jesus recebeu as prendas e não pelo Pai Natal! 

Ter | 07.01.20

Momentos de Mãe #8 - Como parecer uma Mãe Despassarada...

Contei

IMG_4082 (003).jpg.png

Estamos naquela fase que a miúda quer decidir o que veste, o que leva para a escola, o que calça, como des(arruma) os brinquedos, que canal quer ver, onde se quer sentar... como tal, um destes dias que fiquei a trabalhar, até bem mais tarde que o habitual, o gajo lá de casa sugeriu apanhar-me e jantarmos por fora! Ora, depois de 12 horas em modo automático e com o corpo a desfalecer, de cansaço, não foi preciso muito para me convencer!!

 

Enquanto a conversa ao telefone se desenrolava, já a criança do outro lado gritava: "Mãe, vamos comer massa!!!!" (Claro, acabamos, que chatice, num restaurante Italiano (recomendo e assim que possível publico sobre))!

 

Quando entramos reparamos que as mesas eram encostadas pelo que a mini criatura poderia ficar num dos cantinhos mais sossegada!! Claro que isto não se verificou! Quis ficar na pontinha da mesa!!! O belo do pai pediu pizza e a desgraçada da mãe marfou a massa que a filha escolheu com um molho que sabia que a filha ia gostar... (as mães são umas sacrificadas nestas coisas... por norma são as que dividem os pratos, ficam com os restos...)! Seja como for, ao contrário de casa, só não comeu a toalha porque não era comestível!!! A única razão de queixa é aquele tom de voz elevado (ouviam a miúda a falar na rua (mas quem manda ter um avô meio surdo?)).

 

Estava a correr tudo (demasiado) bem (ora lá diz o ditado que quando a esmola é muita o pobre desconfia), os pais na palheta, já com a criança jantada, entre o fim da garrafa e as últimas garfadas de comida, quando se houve um estrondo gigante na sala... ora, nada mais nada menos do que a queda da miniatura que estava na nossa mesa!!! Cruzou os braços na mesa para ver os desenhos animados e foi escorregando até que não havia mesa para os braços!!!

 

Adivinha-se a griteira, a preocupação e o ar de reprovação de quem estava lá e se apercebeu que fomos negligentes em deixá-la na ponta da mesa!!! Graças a Deus foi um susto e não se aleijou!!!

 

Moral da história: se a queres pôr num lugar inseguro que a sala esteja vazia...  (solução 1)!

Moral da história 2: A Mãe é que manda e já devia saber isso!!! Ponta da mesa? Nunca mais!  (solução recomendada)!