Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Coisas Boas de Contar

"ao escrever sei esclarecer tudo, os meus pensamentos, os meus ideais, as minhas fantasias." Anne Frank

Coisas Boas de Contar

"ao escrever sei esclarecer tudo, os meus pensamentos, os meus ideais, as minhas fantasias." Anne Frank

Ter | 09.07.19

Momento de Mãe #1

Contei

A095A7BB-1D99-4EDE-8AFA-D411D6A1D136.JPG

Quando engravidei entrei literalmente em pânico. Afinal, entre o querer engravidar e ter um teste na mão a dizer "Está GRAVIDÉRRIMA" há uma grande diferença! Passei 9 meses na miséria! Se há quem diga que estar grávida é um estado de Graça... os meus vómitos, azias, dores de costas, pés inchados, ataques de choro, o medo de não saber o que fazer, 20 kilos extra no lombo e tudo o resto foram alertas para: "ODIEI ESTAR GRÁVIDA"! Estado de Graça? Não será estado de desgraça?! (Lamento mamãs que adoraram - EU NÃO!)! Contudo... os meus piores 9 meses de existência trouxeram-me o melhor motivo para a minha existência (desculpem a redundância), uma pirralha amorosa que me fez perceber que consigo ser um melhor ser humano desde que nasceu e uma melhor mãe do que eu própria achava (de certo haverá mais gente que sentiu isto)!

 

Rapidamente me adaptei! Aprendi canções de embalar, a fazer massagens anticólicas, nomes de antibióticos (só alguns), a fazer sopas, a espremer as mamas (as coisas que fazemos), a trocar fraldas, dar banho a uma mini criaturinha, mas acima de tudo a amá-la todos os dias mais e mais! Aliás... esses 9 meses, tal como as dores das horas anteriores, varreram-se da minha mente mal ela veio para o meu colo (não o suficiente para querer outro)!

 

Hoje, a caminho dos 3 anos, como calculam fala pelos cotovelos. Todos os dias há uma nova, tal como aconteceu uma destas noites em família. Eis que se chega ao pé do pai e diz:

 

- Pai, vem comigo ao quarto buscar os brinquedos da XPTO;

- Oh filha, já chegas à luz. Podes ir sozinha buscar os teus brinquedos;

Silêncio seguido de um amuo típico da idade! Dirigiu-se a mim... e diz:

- Fofinha, podes ir comigo ao meu quarto buscar os brinquedos da XPTO;

 

Fofinha? Foi a primeira vez que a ouvi dizer aquela palavra, mas disse-o de uma forma tão ternurenta... que sabem onde acabei, não é? No quarto a apanhar brinquedos!!!

Dom | 07.07.19

Outono, podes sair do Verão? Obrigada!

Contei

IMG_2639.jpg

Acreditem que aguentei o máximo que consegui... passou Maio, Junho mas... serei só eu a acordar todos os dias, a abrir a janela e a reclamar com todos os palavrões que possam existir em português este tempo Outonal em pleno inicio de Julho?!! Estamos em Julho caros Santos!!! Recuso-me a usar botas em Julho!!! Sou a maluquinha que pintou as unhas e vem de sandália e vestido para o trabalho!!! Recuso-me a vestir de outra forma!!!!

 

Confesso que odeio acordar cedo, a um sábado, para ir para a praia e ficar horas em fila para passar a ponte - para lá ou para cá (desde que casei que o destino é margem sul - Costa, Sesimbra) mas que se encontra em sofrimento por não poder dizer: "Desgraçados dos que acordam às 7h da manhã de um sábado para irem para as filas gigantes da praia"!!!

 

Sei que este fim de semana, tirando os ventos de 500km hora (pelo menos que se fizeram sentir na minha zona), o solzinho já permaneceu durante um maior número de horas... e não... não quero ter vontade de arrancar a pele devido ao calor, mas... tenho saudades de uma boa conversa numa esplanada, com um sol simpático e sem vento à mistura... de sair à rua, à noite, sem casaco... vá lá verão... Wake Up!!! Estamos à tua espera!

Qui | 04.07.19

O Regresso da Casa de Papel

Contei

la-casa-de-papel-netflix-825x464.jpg

Ora bem, suponho que já toda a gente viu a série Espanhola sobre o assalto à casa da moeda!!! (bem... talvez não, se eu ainda não vi a "Guerra dos Tronos" de caracter obrigatório desde o ano passado, porque haveriam os outros de ter visto a "Casa de Papel"?).

 

A verdade é que fiquei bastante reticente quanto a ver a série, apenas por ser espanhola (sem comentários... mas sim... imaginava uma versão de uma novela mexicana com dupla dor de ouvidos!). Há línguas que me fazem confusão cerebral e o Espanhol é uma delas!

 

Quando comecei a ver a série não achei, claro, que fosse gostar. Mas a malta do trabalho estava toda a ver e falavam tão bem que fiquei muito tentada! Para quem ainda não viu, por favor, não se acanhem. Está disponível no NETFLIX (7,99€ por mês a tarifa básica - 1 ecrã) e para quem não sabia se ia gostar devo dizer que adorei e estou em pulgas que chegue dia 19 de JULHO (Estreia da 3ª temporada)!!!! Para quem ainda não viu, até dia 19 conseguem ver a 1ª e a 2ª temporada... depois de começarem não conseguem largar. Via 3 e 4 episódios numa só noite!!! Tendo em conta que são 13 e 9 episódios, por temporada, é só fazerem contas!

 

E afinal do que fala a série: São 8 ladrões dentro da Casa da Moeda, cada um com uma habilidade diferente e essencial ao desenvolvimento do plano em questão. O líder, conhecido como "Professor" encontra-se do lado de fora a manipular o responsável pela investigação bem como os Media! A ideia é realizar o maior roubo e o mais arriscado da história: imprimir 2,4 bilhões de euros, demorar 11 dias e não ferir nenhum dos 67 reféns! Contudo, há um entrave ao plano... os imprevistos que vão surgindo devido ao comportamento humano não só dos reféns mas dos assaltantes (Tóquio, Berlim, Denver, Rio, Nairobi, Moscovo, Helsinquia e Oslo)!!!

 

Acreditem que é de ver e chorar por mais!!!

Qua | 03.07.19

O Meu Amor pelos Animais (Não os Abandonem)

Contei

IMG_3323.JPG

A verdade é que sempre tive um amor difícil de quantificar por animais! A minha mãe com a sua teimosia dos “animais devem ter espaço e dão muito trabalho” nunca me permitiu ser uma criança plenamente feliz!!! Ok! Tive 1 ou 2 ou 3... hámsteres (não me recordo bem o que lhes aconteceu) e 1000 peixes pretos de olhos esbugalhados (estes recordo-me e infelizmente apareciam a boiar com frequência... nunca percebi porquê, mas calculo que fosse falha minha!)!!! Ah, tive um porco da Índia! Foi uma prenda do meu marido! Infelizmente tive de o entregar na loja de animais, dias mais tarde, porque segundo a senhora minha mãe, cheirava mal (nunca tinha chorado tanto por um animal como naquele dia).

 

Quando fiz perto dos meus 20 anos ou talvez um pouco mais comprei uma chinchila (animal curioso). Quando a minha mãe se apercebeu do que se passava quase ia tendo um ataque! Contudo como não cheirava mal, lá tive autorização para a manter... fora de casa!!! Sim, lá me arranjei! Ainda hoje é viva com a belíssima idade de 11 anos!! Mas não era o suficiente!

 

Quando me casei (passado 3 meses) fui fazer uma visita ao canil (visita a não repetir... parecem corredores da morte... mas com animais)! Nunca me fez muito sentido dar dinheiro por um animal quando, infelizmente, continuamos a ter centenas de casos de abandono todos os anos (se somos cruéis entre nós quanto mais com espécies "inferiores")! Foi nessa altura que chegou a Maggie! Um ser de 4 patas, com ares de lavrador, 3 quilos e muito malcheirosa! A rainha da única cama de casal cá de casa! No primeiro dia que a coloquei no chão de minha casa mijou logo o hall de entrada. Estava assustada! Nessa mesma noite bem a tentei fechar na cozinha, para dormir na cama dela, mas ela chorava tanto que abri a porta e desde esse dia nunca mais largou a minha cama! A única diferença, dessa altura para agora, é que atualmente pesa 20 quilos e já não cabe na palma da mão!!!

 

Não é fácil ter um animal... eu própria entrei em pânico na primeira semana! Sabem os filmes onde os cãezinhos são um miminho? Esqueçam! Fazia cocó e comia, roeu-me as cadeiras da cozinha, uma perna da mesa, destruiu-me os tapetes e a bainha dos cortinados... e a cama dela? Era de tecido... pois... era! Uma vez fechou-se na despensa! Entrou e fechou a porta. Quando cheguei entrei em pânico por não a ver. Fiquei ainda mais em pânico quando vi a minha despensa (arroz no chão, bolachas, ração, pão com um mix de cocó e chichi) quis matá-la!!!!! Houve uma altura, já nem sei porque motivo, com medo de levar no focinho enfiou-se dentro da máquina de lavar a roupa. A sacana escondeu-se!!! E agora que estou a rever mentalmente estes episódios só me apetece rir (mas na altura não tiveram piada nenhuma)!!!

 

Voltando ao "Não é fácil ter um animal" outro exemplo são as Férias. Fica tudo limitado em espaços e locais para onde ir, para jantar ou almoçar, só em esplanadas, seja inverno ou verão e nem todas aceitam os animais. Quando saímos de casa para fazer alguma coisa há cuidados a ter (tirar o lixo, por exemplo) mas não há nada mais reconfortante do que meter a chave na porta e já estar a ouvir um rabo agitado por trás a roçar no chão ou uma cabecinha em cima das nossas pernas à espera de uns miminhos... falo tanto que o amor não é incondicional entre humanos... mas é sem sombra de dúvidas uma capacidade dos animais...

 

Já estamos na época das férias, pelo que fica aqui o meu apelo: Não abandonem os animais!!! Eles vão fazer asneiras, vão ficar maiores mais velhos e menos divertidos. Sim, vão ter de gerir rotinas em função deles... mas são parte da família e não atamos família a árvores ou os deixamos no meio do mato e fugimos... sejam aquilo que realmente são mas na vossa melhor essência: Humanos!

Seg | 01.07.19

Vale a Pena #2

Contei

Captura de ecrã 2019-06-19, às 14.53.16.png

O creme da Cien, do Lidl, que já uso há mais de um ano! A verdade é que, para quem é sócio da Deco Proteste, este produto de certo não é uma novidade! A entidade fez testes a cerca de 9 cremes faciais (de certo pouco abrangente pois há milhares de cremes para o rosto - mas melhor que não ter nenhuma diretriz) e este foi, não só, destacado como "Melhor do Teste" mas também como "Escolha Acertada"! Entre as avaliações feitas estavam produtos da Garnier, Vichy, La Roche-Posay, Nivea, Avène, Nuxe, L'Oréal e Clarins. Os valores dos cremes oscilam entre os 49€ e os 3,49€. Ganha a Cien com os 3,49€ (nem sempre os produtos mais caros ou os da farmácia, como estereotipamos, são os melhores). Eu não tenho queixa quanto à hidratação nem suavidade da pele (e tenho de admitir que o preço me encanta )!

Pág. 2/2