Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Coisas Boas de Contar

"ao escrever sei esclarecer tudo, os meus pensamentos, os meus ideais, as minhas fantasias." Anne Frank

Coisas Boas de Contar

"ao escrever sei esclarecer tudo, os meus pensamentos, os meus ideais, as minhas fantasias." Anne Frank

Dom | 21.04.19

Poesia

Contei

Demora-te onde és feliz, demora-te onde os abraços são verdadeiros, demora-te onde os beijos são longos e intensos, demora-te onde as palavras são sinceras, demora-te nas pessoas que sabes que valem a pena demora-te onde te sintas vivo, feliz e bem, DEMORA-TE

Sab | 20.04.19

Friends

Contei

Bem... saiu em 1994 e eu vi em 2019... será que estou atrasada o suficiente?! Personagem preferida Chandler! Tem as melhores piadas de toda a série!

44314B1B-87BB-4F03-9CF7-A7BB8185F97F.jpeg

.

Qui | 18.04.19

Bacalhôa Buddha Eden

Contei

Local:Bombarral; Preço Entrada: 7€; Crianças até aos 3 anos não pagam; Bilhete de Comboio: 4€ (recomendo se tiverem crianças). Nota: Tenho imensas fotos e algumas mais giras mas por algum motivo não as consigo carregar... lamento...

Qua | 17.04.19

O Regresso do "Coisas Boas de Contar"

Contei

tumblr_static_71hngledp4kcs4kggwsw8o08s.jpg

O "Coisas Boas de Contar" remota a 2009 onde o criei como escape, à agridoce realidade, da minha pós-adolescência. Afinal, é tão mais fácil transportar as nossas ideias para papel, de forma clara, após algumas reflexões, do que inevitavelmente partilhá-las verbalmente.

Devo ainda frisar que na altura (e ainda hoje - a idade avança mas a essência permanece intacta) nem sempre filtrava muito bem todas as informação que me chegavam, sentimentos que me atingiam, momentos que se proporcionavam entre outras situações. E claro, há sempre algumas ideias que preferimos não partilhar com os que nos são mais chegados, com algum receio de ser uma partilha prematura, de a critica não ser positiva ou de chegarmos rapidamente à conclusão que deveríamos estar, simplesmente, de boca fechada porque ninguém percebeu nada do que realmente dissemos. Como tal, entre acumular uma série de pensamentos, ideias e situações só para mim e da incerteza da sua recepção das outras partes, porque não partilhar (com várias pessoas estranhas)?!

Longe de mim ser alguém de quem "outros alguéns" tenham sentido falta pelos seus pensamentos profundos ou escrita ambiciosa e interessante do ponto de vista literário. Na realidade acaba por ser sempre uma escrita muito emotiva, por vezes impulsiva e intensa, tal como eu. Obvio, que também tinha momentos de escrita que envolviam apenas músicas, locais, roupa, livros, séries, filmes, comida, situações banais mas acima de tudo muitas ideias saltitantes.

Isto para dizer que a pós-adolescente regressou no corpo de uma trintona...

 

Pág. 2/2